Support & Downloads

Quisque actraqum nunc no dolor sit ametaugue dolor. Lorem ipsum dolor sit amet, consyect etur adipiscing elit.

s f

Contact Info
198 West 21th Street, Suite 721
New York, NY 10010
youremail@yourdomain.com
+88 (0) 101 0000 000
Follow Us

Publicação

O perfil epidemiológico do centro de terapia intensiva de um hospital particular em Niterói

Autores: Juliana Gregório de Avelar , Alison Mangolin , Wendel Marcel Matias D Angioli Costa , Yago Alves , Bruna Pereira Lima de Figueiredo , Matheus Freitas Teixeira , Carlos Cesar Hortala Junior , Manoel Ricardo Aguirre de Almeida Niterói – D’Or – Niterói (RJ), Brasil
Data da publicação: 2018

Objetivo: Traçar o perfil epidemiológico dos pacientes admitidos no centro de terapia intensiva (CTI) de um hospital particular de Niterói no período de seis meses.

Métodos: Trata-se de um estudo transversal retrospectivo. Foram coletados os dados dos pacientes internados entre dia 01 de janeiro de 2018 até 30 de junho de 2018. As informações foram obtidas do sistema de registros do hospital (Sistema Epimed Monitor).

Resultados: A média e a mediana de idade dos pacientes foram 69,38 e 75 anos, respectivamente. Em relação ao motivo da internação, 304 pacientes (94,12%) tiveram indicação clínica, 12 (3,66%) foram internados para cirurgia eletiva e 7 (2,13%) para cirurgia de urgência ou emergência. 39 pacientes (12,07%) precisaram de ventilação mecânica (VM) e 26 (8,05%) pacientes fizeram uso de suporte vassopressor. A média e a mediana do número de dias em VM foram 18 e 10, respectivamente. A média de permanência na unidade foi de 7,26 dias e a mediana, 3 dias. O desfecho na unidade foi de alta para 295 pacientes (91,33%) e 28 (8,67%) pacientes foram a óbito.

Conclusão: As doenças mais prevalentes no CTI foram as de causa infecciosa e de acometimento cardiovascular.

Rev Bras Ter Intensiva. 2018;Supl. 1:S32-S202

http://rbti.org.br/suplementos